Fernando Correia

Windows Azure dá uma de Papai Noel e lança pacotão de atualizações

In Novidades on 12 dez 2011 at 15:59

Neste final de 2011, a Microsoft está liberando um extenso pacote de atualizações no Windows Azure.

São inúmeras novidades, incluindo melhor experiência de desenvolvimento, maior interoperabilidade, começo mais fácil, gerenciamento de assinaturas melhorado, maior escalabilidade de banco de dados e reduções de preços.

Facilidade de uso

  • Nova experiência do desenvolvedor: O website dos desenvolvedores foi repaginado e simplificado. Aumentou o destaque às várias linguagens suportadas, como Node.js, Java e PHP.
  • GitHub: O código fonte dos SDKs agora está no GitHub!
  • Licença open source: Os SDKs estão publicados sob a licença Apache 2, que é uma licença de software livre bastante liberal e utilizada em muitos projetos relevantes.
  • Período de avaliação sem custo e sem riscos: O “trial” do Windows Azure pode ser ativado em apenas 3 passos e agora vem com um limite de gastos, tanto para a oferta geral de 90 dias grátis, como para os benefícios de MSDN. Este novo limite impede que você passe da quota e assegura que não incorrerá em cobrança.
  • Detecção automática de MSDN: Se você possui MSDN, você será notificado dos benefícios de uso gratuito do Windows Azure.
  • Gerenciamento de assinatura melhorado e visibilidade de uso em tempo real: Agora você pode alterar seu plano sem criar uma nova assinatura, cancelar assinaturas e ver detalhes de cobrança atualizados minuto a minuto diretamente no portal do Windows Azure.
  • Cobrança simplificada: Resumos de faturamento mostram os dados mais importantes de uso e cobrança. Você também pode gerar relatórios detalhados com os campos desejados. Clientes com várias assinaturas terão o faturamento de todas em um mesmo dia.
  • SQL Azure Federation: Facilita o gerenciamento de escalabilidade horizontal dos bancos de dados relacionais usando o padrão “sharding”. Com este recurso é possível criar uma camada de armazenamento elástica e dinâmica que pode fornecer escalabilidade ilimitada, economia de escala e simplificação do suporte a múltiplos inquilinos.
  • Bancos de dados maiores: O limite de tamanho por banco de dados foi triplicado, de 50 para 150 GB, aumentando a flexibilidade no armazenamento de dados relacionais.
  • Atualização do SQL Azure: Foi liberado o Service Release “Q4 2011” do SQL Azure.
  • Portal de gerenciamento do SQL Azure atualizado: O novo portal tem uma interface no estilo Metro e novas funcionalidades como área de monitoramento, drill-down em esquemas, planos de execução, dados espaciais, chaves e índices, estatísticas de consultas. O novo portal também suporta o SQL Azure Federation.

Interoperabilidade

  • Suporte a Node.js: O Windows Azure SDK for Node.js facilita a utilização dos serviços do Windows Azure a partir de programas JavaScript rodando no servidor.
  • Preview do Apache Hadoop: Hadoop é o framework para computação distribuída que se tornou o padrão de mercado para processamento altamente paralelo e manipulação de grandes volumes de dados. Agora ficou fácil rodar projetos Hadoop no Windows Azure.
  • Plugin do Eclipse atualizado: Para quem trabalha com Java, a integração do Eclipse com o Windows Azure foi melhorada e ganhou várias funcionalidades novas.
  • MongoDB: Integração com o Windows Azure, pacote de instalação, documentação e exemplos.
  • Especificação SQL Database Federations: A especificação foi publicada sob uma licença aberta, descrevendo as funcionalidades de sharding de dados relacionais.
  • Solr/Lucene: Um conjunto de ferramentas e orientações para tirar proveito do Solr no Windows Azure.
  • Memcached: Orientações para instalar, executar e otimizar o memcached no Windows Azure para linguagens não-.NET.

Valor

  • Limite de preço para grandes bases de dados: Ao mesmo tempo que a capacidade máxima do banco de dados SQL Azure é triplicada para 150 GB, o preço máximo por banco de dados será $499.95. Essencialmente, isto significa que quem estava no limite de 50 GB poderá crescer sem custos adicionais. Quem usar os 150 GB terá uma redução de 67% por gigabyte em relação aos preços anteriores.
  • Redução dos preços de transferência de dados: Os preços por GB foram reduzidos de $0.15 para $0.12 (EUA/Europa) e de $0.20 para $0.19 (Ásia).
  • Preços simplificados e período gratuito para Service Bus: O uso não será mais cobrado por conexões, mas por tempo e volume de uso.

Um presentão de Natal

O Windows Azure tem evoluído rapidamente e se consolidado como a mais completa plataforma como serviço na nuvem, e não apenas para desenvolvedores que usam tecnologia Microsoft.

Das atualizações deste final de 2011, eu acho que as mais significativas são:

  • SQL Azure Federation: esse recurso vai facilitar muito alcançar escalabilidade horizontal sem perder os benefícios de consistência e de produtividade dos bancos relacionais.
  • Hadoop: uma plataforma com o potencial do Azure e uma ferramenta com o poder do Hadoop são uma combinação que irá aumentar muito o limite do que hoje consideramos possível em termos de computação.
  • Solr: uma ferramenta de primeira linha para pesquisa por texto, com a bênção da Microsoft. Excelente!
  • A ênfase em abertura: padrões abertos, SDKs abertos, suporte às principais linguagens. A idéia é que cada desenvolvedor use as linguagens e tecnologias com as quais tem o melhor resultado, construindo aplicações que tirem proveito dos serviços da plataforma Windows Azure.

Com tantos “presentes”, só me resta desejar a todos um feliz 2012 com Windows Azure!

kit de treinamento já está atualizado com as últimas novidades.

  1. Muito bom o post Fernando, gostei do layout do seu blog também, não é algo que se vê todo dia. Parabéns!

Os comentários estão desativados.