Fernando Correia

Armazenamento do Azure avaliado como o melhor

In Novidades on 20 fev 2013 at 08:37

Em 2012, os provedores de nuvem armazenaram mais de 1 exabyte de dados. Ou seja, um milhão de terabytes. O Gartner prevê que até 2016 mais de 50% das principais empresas do mundo estará armazenando dados críticos de clientes em nuvens públicas.

A empresa Nasuni pesquisou o estado dos serviços de armazenamento da nuvem em 2013. A sua investigação foi em três linhas:

  • Desempenho
  • Disponibilidade
  • Erros

Após meses de testes, centenas de horas de engenheiros, e inúmeras conversas com os provedores de armazenamento na nuvem, a equipe da Nasuni formou sua convicção para declarar um dos provedores como o melhor de todos.

Os serviços de armazenamento na nuvem do Windows Azure se destacaram nas três categorias, sendo o melhor em duas delas:

Velocidade: O Azure foi 56% mais rápido que o Amazon S3 (2° colocado) em velocidade de gravação e 39% mais rápido na leitura do que o serviço da HP (2° colocado).

Disponibilidade: O tempo médio de resposta do Azure foi 25% mais rápido do que o Amazon S3 (2° colocado).

Escalabilidade: O Amazon S3 variou somente 0,6% da média nos testes de escalabilidade, com o Azure variando 1,9% (ambos níveis de variação perfeitamente aceitáveis). As duas nuvens baseadas no OpenStack (HP e Rackspace) apresentaram variações significativas de 23% e 26%, com o desempenho ficando cada vez mais imprevisível à medida que o número de objetos aumentava.

Em 2012 a Nasuni havia identificado a Amazon como a líder, mas o relatório informa que em 2013 a Microsoft foi identificada como a melhor alternativa:

Nos três testes principais (desempenho, escalabilidade e estabilidade), a Microsoft apareceu como o melhor colocado em cada categoria. Mesmo que o Azure não esteja no mercado há tanto tempo como o S3 e não esteja gerenciando um volume de dados comparável, fica claro que os investimentos da Microsoft no Azure estão começando a dar retorno e que a tecnologia que eles estão oferecendo ao mercado não fica atrás de ninguém.

O relatório acrescentou que o Windows Azure teve o melhor desempenho de gravação, leitura e exclusão comparado com os outros provedores de nuvem e que foi o único a ter índice de erros zero durante o teste de desempenho da Nasuni com 100 milhões de leituras e gravações.

Para ler o relatório completo preencha o formulário no website da Nasuni.

Este infográfico resume os resultados da pesquisa:

the-state-of-cloud-storage-in-2013

Referências: