Fernando Correia

Posts Tagged ‘eficiência’

Como garantir custo zero ao excluir uma VM do Azure

In Dicas on 31 maio 2013 at 15:19

Atualização: A partir de 03/06/2013, máquinas virtuais suspensas não geram mais cobrança. Os procedimentos abaixo continuam válidos para excluir totalmente máquinas virtuais e todos recursos associados a elas.

A computação em nuvem possibilita o uso de recursos de computação sob demanda, com pagamento proporcional ao uso. Tão importante quanto a capacidade de aumentar a quantidade de recursos utilizados é a possibilidade de, a qualquer momento, diminuir este consumo. Usando apenas a quantidade de recursos necessários para atender à demanda em cada momento, aproveita-se ao máximo as vantagens de eficiência econômica da nuvem.

Björn Eriksen, Windows Azure Champ e Evangelista Técnico da Microsoft em Estocolmo, escreveu recentemente um artigo (How to delete a VM in Windows Azure and not incur any charges) explicando como excluir totalmente uma máquina virtual do Windows Azure de modo a ter certeza de que não haverá cobrança pelo seu uso.

Como esta é uma dúvida frequente, eu pedi autorização a Björn para traduzir e republicar o conteúdo para maior facilidade de acesso pela comunidade no Brasil, e ele gentilmente consentiu. Segue o tutorial:

Continue lendo »

Anúncios

Nuvem: pagando menos por mais

In Novidades on 10 mar 2012 at 13:19

Um dos principais argumentos a favor da computação em nuvem é o ganho de eficiência. É o conceito econômico clássico de diminuição de custos unitários através da economia de escala.

Continue lendo »

Computação em nuvem irá gerar 400 mil empregos no Brasil

In Novidades on 8 mar 2012 at 09:02

20120308-CloudJobs_Brazil

A computação em nuvem pode ser percebida como ameaça por alguns profissionais. De certa forma é uma terceirização; em vez da empresa utilizar seu próprio pessoal para administrar seus servidores, atualizar sistemas operacionais, configurar redes, instalar serviços de middleware, cuidar de replicação e atuar para manter a disponibilidade em caso de falha em um destes componentes, um prestador de serviços assume estas responsabilidades.

Continue lendo »